Ansiedade – pequenas angústias

Pode achar que estou exagerando, que estou tentando criar um palco em que eu seja o protagonista e que o enredo seja hiperatividade, mas vou relatar algumas de minhas pequenas angústias do dia-a-dia.

Aliás, resolvi escrever isso porque à pouco estava no banco sacando dinheiro. Sabem como é, o cartão magnético agora é de chip.

Então, há a frase:

– Insira o cartão.

Eu insiro, pensando, que saudade do “insira e retire o cartão”!

– Aguarde o sistema validar o chip – (ou algo assim).

Eu aguardo, já contando os segundos perdidos.

– Retire seu cartão.

Eu aliviado, retiro.

– Erro de leitura.

Fico puto, mas como tenho que sacar o dinheiro, novamente eu insiro o cartão para – MEU DEUS QUE SACO! – reiniciar a operação.

– Aguarde o sistema validar o chip – e por aí vai e minha paciência se esgotando e a angústia aumentando.

ansiedade, desespero, loucura...o grito!

ansiedade, desespero, loucura...o grito!

Outra coisa aterrorizante é fila de restaurante por quilo. É angustiante ver o pessoal cavucando a comida, escolhendo o melhor frango grelhado, procurando qual pastel tem mais recheio, pedindo para o churrasqueiro trocar a picanha por uma mais bem passada, etc…

Será que essas pessoas não se lembram que há outras atrás delas? Será que não se dão conta que eu, como eles, também estou com fome? Será que não sabem que a fila aumenta com a demora sem razão deles?

Eu sei, o errado sou eu que não controlo minha ansiedade e deixo esta pequena coisa me angustiar.

Tem mais, elevador. Quer uma coisa que me irrita, elevador. Seria algo para tornar a vida mais rápida, mas muitas vezes ocorre o contrário.

Fico esperando o elevador descer para pegá-lo, numa fila enorme, entro e o bichinho para de andar em andar, isso sem contar quando alguém num andar aperta e pergunta:

– Tá descendo???

Obviamente eu sorrio e me controlo exteriormente, mas por dentro fico angustido com a tamanha falta de atenção e perda de tempo que isso causa. Por isso, muitas vezes eu acabo usando as escadas, preterindo os elevadores…ah, o caso também vale para as escadas rolantes…

Mas musiquinha de auto-atendimento de bancos, telefones celulares, SAC´s de lojas, empresas aéreas e quaisquer outras são, creio, agentes causadores de gastrites, úlceras e até infartos, de tanto angústia que provocam.

É inadmissível o tratamento dispensado aos consumidores e principalmente à nós, pobres hiperativos, ansiosos e angustiados amigos por estas prestadoras (?) de (des) serviço que mais nos estressam do que nos prestam algo…não sabem o quanto sofremos com eles…

Bom, não adianta reclamar, nunca irão mudar, nem mesmo com a lei alteraram a forma de tratamento, não serei eu com meus comentários que as farão refletir sobre seus clientes e pobres utilizadores…

Beleza, já despejei demais, né?!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s