Uma visita indesejada

E o cara não acredita nisso!

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, chegou ao Brasil com uma enorme comitiva para realizar negócios e tentar passar um pano na imagem do próprio Irã, arranhada por vários conflitos e também em razão da suspeita de fraude eleitoral.

A procura por negócios com outros países é uma saída que o Presidente iraniana busca para minimizar os efeitos dos já antigos embargos econômicos promovido pelos EUA (desde a revolução islâmica de 1979) e assim tentar revitalizar a saúde financeira de seu país.

Ahmadinejad será recebido sob a promessa protestos de algumas instituições, associações e ONG´s brasileiras, insatisfeitas com a tentativa de domínio da tecnologia nuclear, a suposta perseguição religiosa que vem promovendo em seu país e também pelas declarações de que nega a existência do Holocausto.

De todas as assertivas, a que mais me chamou a atenção foi a última, onde nega o acontecimento do holocausto. Tal afirmação chega a ser preocupante. Num mundo em que se busca justiça social, não é crível que o Presidente de um país que queira ser levado a sério pela comunidade internacional diga uma bobagem dessas.

É um desrespeito com os milhões de pessoas exterminadas cruelmente, mas também à toda humanidade que nutre ojeriza por tudo que significou o Holocausto.

Se Ahmadinejad não acredita no Holocausto, é possível que sua viagem ao Brasil seja motivada, na verdade, pela vontade de conhecer o Curupira, o Saci e o Boi da Cara Preta porque, pelo jeito, são personagens mais plausíveis que se acreditar do que ter havido o Holocausto.

Dizem que depois do Brasil, aproveitando a época, Ahmadinejad irá para Lapônia, na Finlândia, realizar um de seus sonhos de criança, conhecer o Papai Noel.

Enquanto choramos por milhões de pessoas mortas durante o Holocausto.

Anúncios

3 respostas em “Uma visita indesejada

  1. Tenho uma opinião quiçás muito polêmica a respeito do Ahmadinejad.

    A insistência dele em negar o holocausto e em recusar o reconhecimento ao Estado de Israel é estapafúrdia, nefasta, e um dos ingredientes que calienta as diferenças na região.

    Por outro lado, a insistência israelense em negar os abusos produzidos por suas tropas contra inocentes palestinos, a insistência em proibir o julgamento dos seus soldados por crimes de guerra, e a insistência em negar reconhecimento ao Estado Palestino também é um absurdo inominável, e não só brinda a mesma contribuição nefasta aos conflitos regionais senão que também destrói o trabalho daqueles que lutam contra o anti-semitismo.

    Isto posto, acho adequada a postura brasileira de ouvir todos os lados envolvidos no conflito. Recebeu o presidente israelense há duas semanas, o presidente palestino na semana passada, e agora o iraniano. O Brasil se oferece como mediador em busca do entendimento, e como bom mediador, precisa ouvir todas as partes.

    Receber o Ahmadinejad não significa aceitar sua ridícula teoria sobre que o holocausto é uma mentira. Ademais, isolar o Irã por conta dos desatinos do seu presidente é uma atitude infantil e não diplomática, não resolve o problema e só piora o panorama, abrindo caminho aos que solem apelar ao uso injustificado da violência.

  2. É verdade, Victor, receber Ahmadinejad não tem o cóndão de concordar com suas declarações, muito menos serve para chamar o Irã e Palestinos de aliados e Israel de inimigos…

    Creio que há uma resistência mundial aos Palestinos decorrente do apoio estadounidense a Israel e isso provoca uma certa e injusta animosidade com o Estado Palestino que realmente já foi massacrado pela política e tropas israelenses.

    Espero que este primeiro passo do Governo Brasileiro esteja sendo visto como passo para o caminho correto para a diplomacia e ao respeito a todas as nações mundiais, em especial naquele pedaço de terra que padece por uma perene disputa bélica-religiosa-territorial!

    Valeu pelo comentário, meu brother de blog!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s