Outra vez Buenos Aires!!!

A maioria das pessoas que lerá este post irá me xingar, falar que não sou patriota e que não é possível alguém proclamar amor por qualquer coisa argentina, muito menos a Capital do país.

Já mantive embates homéricos com algumas pessoas que não gostam nem da Argentina, nem de Buenos Aires e muito menos dos argentinos, pois sou defensor ferrenho da cultura e beleza do país, de sua capital e da hospitalidade do povo argentino, em especial do portenho.

Antes de mais nada, deixo claro que a cidade que mai gosto não é Buenos Aires, mas sim o Rio de Janeiro que, na minha opinião, reúne tudo o que faz a diferença para mim: praia, montanha, cultura, noite, gente bonita e ótimo astral!

Pela terceira vez irei à Buenos Aires, a quinta vez na Argentina, e posso dizer que realmente acho incrível a cidade que nunca dorme. Claro que há problemas, claro que está longe da perfeição, claro que há um sentimento pessoal pelas experiências de viagem que acumulei lá, é óbvio, mas não sei como algumas pessoas conseguem não gostar de Buenos Aires e de seus habitantes.

Fiz amigos que me ajudaram pacas, me levaram a ótimos lugares, me pagaram almoços, jantares, bebida, me deram carona, me ajudaram com dicas e fico triste porque não tive a oportunidade de receber ninguém em meu país.

Além disso, o cheiro de seu vinho, o som de seu sotaque, o gosto de sua comida, a beleza de suas mulheres, a energia de sua noite e mesmo a ruindade de sua principal cerveja (Quilmes, e os caras adoram!) me encantam e me fazem lembrar que mesmo longe de meu país me sinto acolhido.

Irei passar o Natal lá com a minha namorada, longe da família, mas próximo do calor do povo argentino, já pensando na próxima viagem de volta.

Abaixo o tango de Carlos Gardel com a letra e no vídeo a interpretação de Andres Calamaro:

POR UNA CABEZA

de Carlos Gardel

Por una cabeza
De un noble potrillo
Que justo en la raya
Afloja al llegar.
Y que al regresar
Parece decir
No olvides, hermano,
Vos sabes no hay que jugar.

Por una cabeza
Metejon de un día
De aquella coqueta
y burlona mujer
Que al jugar sonriendo
El amor que esta mintiendo
Quema en una hoguera
todo mi querer.

Por una cabeza
Todas las locuras
Su boca que besa
Borra la tristeza
Calma la amargura.
Por una cabeza
Si ella me olvida
Que importa perderme
Mil veces la vida
Para que vivir.

Cuantos desengaños
Por una cabeza
Yo jure mil veces
No vuelvo a insistir.
Pero si un mirar
Me hiere al pasar
Su boca de fuego
Otra vez quiero besar.

Basta de carrera:
Se acabo la timba,
Un final reñido
Yo no vuelvo a ver.
Pero si algún pingo
Llega a ser fija el domingo
Yo me juego entero
¡ que le voy a hacer ¡

Por una cabeza
Todas las locuras
Su boca que besa
Borra la tristeza
Calma la amargura.
Por una cabeza
Si ella me olvida
Que importa perderme
Mil veces la vida
Para que vivir.

Anúncios

4 respostas em “Outra vez Buenos Aires!!!

  1. Che, mirá que me tocó ser el primer comentario de ese texto, ¿qué sé yo?, pero por supuesto que seré de la voz de la minoría.

    Vivi quase todo o ano de 2005 em Buenos Aires. Não sei se é uma cidade bonita, é uma cidade atraente! Tem uma forma que te hipnotiza. Você anda pelas ruas e sente que aqueles caminhos tem um sentido meio poético, sobretudo quando você anda imaginando um tango soando na sua cabeça, por aquelas ruas do submundo de San Telmo, ou mesmo nas avenidas deslumbrantes de Palermo, em Almagro ou em Abasto, o belo e o feio se misturam facilmente porque tudo é cheio de argentinidade, e tudo faz sentido.

    Buenos Aires é uma cidade sedutora. Quem foi a Buenos Aires e não gostou é porque foi com o preconceito na cabeça e isso o impediu de tentar entender a cidade e o que se passava ao seu redor. É como aquele cara que não pega a menina que está flertando com ele por pudor. Quando se vai a Buenos Aires, é preciso deixar os pudores em casa.

  2. André
    Sempre fico triste quando ouço falar que os brasileiros não gostam dos argentinos e de Buenos Aires…realmente não entendo o pq…será que é fruto da disputa do futebol? Bom…mas fiquei muito feliz em ouvir palavras positivas suas em relação à B.A. …sou de Porto Alegre e amo a Argentina, não só BA, com seu ar cosmopolita, cheirando a cultura,vinho,livros e política, mas o resto do País…conheço a Patagônia e a região de Santa Fé…agora estou louca para ir a Mendoza…Bueno chico, te indico um livro muito interessante para entender a alma portenha…chama-se Os argentinos: mitos e milongas…
    Sobre o Rio.. mesmo sentimento…cidade maravilhosa que morei por tres anos…e que descreveste muito bem.
    Abços, Carolina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s