A vida e nossos defeitos!

As pessoas caminham assim na vida...numa só fila!!!

Outro dia estava debatendo um assunto bobo com minha namorada e logo tal assunto bobo se tornou uma discussão enorme sobre uma bobeira qualquer…

Ela passou a me criticar, falar um mundo de coisas que pensava sobre mim, despejou todos os adjetivos negativos que conhecia…até me senti ofendido…compreendi, ela ficou brava com um comentário meu e estava descascando sobre mim…acontece.

O ser humano muitas vezes se olvida que também erra, que também tem defeitos, que quando fala dos equívocos dos outros, muitas vezes deixa de analisar os próprios…é natural da nossa essência, é quase como uma proteção.

Após a discussão acalorada, fui para o quarto ficar deitado e lendo algo para pegar no sono, quando lembrei de uma vez que eu estava numa trilha com um grupo de amigos onde aprendi uma lição enorme!

Caminhávamos numa só direção e como a trilha era estreita, seguíamos um atrás do outro, quase que no mesmo passo.

Iríamos acampar, portanto, levávamos mochilas cargueiras com barraca, isolante, saco de dormir, etc…

Certo momento estávamos andando e o saquinho de lixo que estava amarrado na mochila do meu amigo começou a rasgar…estava em cima da mochila e começou a sujar toda mochila dele.

Passei a azucrinar o cara…foi tiração!

Quando paramos para tomar água e comer um lanche, o guia que estava conosco – e que havia escutado eu zoar meu amigo -, sentou ao meu lado e disse:

Certa feita um sábio disse a seu discípulo que nunca podemos ficar desdenhando dos defeitos dos outros.

Então, o discípulo lhe perguntou:

– Por que, mestre?

– Porque a vida é um só caminho de linha reta e estreita e andamos todos no mesmo sentido, um atrás do outro…na frente levamos uma mochila com nossas virtudes, atrás uma mochila com nossos defeitos…

– Assim – continuou o sábio – só vemos nossas virtudes e os defeitos alheios…os nossos defeitos sempre ficam escondidos de nossa visão…

E assim o guia terminou a história.

Entendi o sentido da história, mas perguntei a ele o porquê dele me contar aquilo, foi quando ele explicou:

– Enquanto você zombava do lixo que escorria sobre a mochila de seu amigo, alguma ave fez questão de lhe dar o troco e lhe deixou um presente na sua mochila… – e começou a rir que não parava…enquanto eu tirava a mochila das costas para tentar limpar o excesso de coco de pássaro que havia na minha mochila…

Me ferrei, mas aprendi uma lição naquele caminho…ainda que da forma mais desagradável!

PS.: a fábula presente aqui é contada em alguns lugares de forma semelhante e não se trata de obra do dono do blog…apenas para que ninguém fique dizendo que estou pleiteando a autoria…aliás, desconheço o autor desta fábula e desde já lhe dou os créditos…mas o lance do guia é história minha e de mais ninguém…a não ser do pássaro que me ensinou muita coisa!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s