PRA VOCÊ LER DEPOIS 02 – te deixei sozinho

Se um dia te disserem que fiquei longe de você durante a gravidez de sua mãe, filho, é a mais pura verdade.

Sua mãe até sofreu com isso, ficou chateada, com a pressão alta e tudo mais…chegou até a ficar internada.

Não me condene, por favor, nem me julgue.

Sei que não há justificativas e poucos fariam o que fiz, mas queria que me entendesse…não fiz de sacanagem, nunca quis magoar sua mãe, mas eu precisava viajar.

Foram trinta e três dias longe…e longos trinta e três dias.

Claro que senti saudade de suas mexidas na barriga dela, filho, mas eu realmente precisava fazer isso por mim.

Talvez tenha sido um ato de egoísmo e se após estar por dentro da história assim considerar, espero que não fique bravo, nem pense que sou um péssimo pai.

Aliás, mesmo não me arrependendo de ter ido, sei que é uma atitude condenável e, te digo, um monte de gente que não tem nada a ver com minha relação com sua mãe me condenou por isso.

Por isso, já te adianto, sei que não é algo bacana de se fazer, mas o fiz e espero que entenda.

Bom, estou aqui até para me xingar e tudo mais…entenderei…

Mas lembre-se que ainda sou mais forte que você e não adianta causar…senão te coloco de castigo!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s