PRA VOCÊ LER DEPOIS 07 – O xodó das vovós!

Pedrinho, eu juro que tento fugir do lugar-comum quando vou escrever para você…mas na maioria das vezes eu não consigo…

E desta vez não será diferente, vou chover no molhado, até porque eu não poderia continuar esta série de crônicas sem mencionar o afeto que você vem recebendo de suas avós!

Não direi que  amor que elas reservam a você é imensurável porque você nem sabe o que quer dizer imensurável…aliás, tem neguinho por aí que tem faculdade que também não sabe, mas isso não é problema seu.

Posso dizer assim que o amor de suas avós por você é imenso, infinito (este termo as crianças adoram), gigante!!! Para deixar numa linguagem mais pueril!

Elas têm feito o impossível para que sua vinda ao mundo esteja totalmente amparada…ajudando estes pais de primeira que somos eu e sua mãe.

É estranho pensar que as duas estão numa sintonia enorme, mesmo em situações diferentes.

Norma, sua avó materna, já possui outros três netos, mas nutre por ti carinho e amor ímpar que jamais vi senão pelos próprios filhos! E é coruja com todos preparativos prévios da gestação!

Sonia, sua avó paterna, é a típica avó coruja. Primeira vez que será avó, está parecendo adolescente em puteiro…desculpe-me pela comparação meio inadequada para o momento, mas a verdade é que fica excitada de emoção a cada movimento que faz na barriga de sua mãe…fica parecendo, ela mesma, uma criança!

Filho, é lindo ver duas pessoas que já viveram e passaram por emocionantes momentos em suas vidas estarem tão cheias de alegria e amor em seus corações…é invejável!

Você tem sorte, muita sorte que elas estarão sempre presentes quando você precisar de alguma coisa…não e tão normal nos dias de hoje em que as pessoas – mesmo as avós e outras senhorinhas que furam a nossa frente na fila da farmácia –  estão cada vez mais individualistas.

E filho, o papai também tem sorte, pelo andar da carruagem, vou ter muitos fins de semana livres enquanto você estará com as vovós

E lembre-se sempre de uma lição importante que aprendi desde pequeno quando ia para casa de minha avó…quando alguma delas lhe der uma moedinha, diga o seguinte:

– Moeda é o caiaio…quero logo é uma oncinha!!!

E venha correndo para os braços do papai!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s