PRA VOCÊ LER DEPOIS 09 – Não estranhe seu avô!

Pedro, meu brother, agora preciso ter uma conversa meio difícil com você…é algo que carrego comigo e espero que seja diferente com você.

Não estranhe seu avô!

Calma, calma, ele não é uma drag queen ou coisa parecida…é que ele é um cara meio fechadão, que não consegue demonstrar seus sentimentos, nem mesmo expor seus pontos de vista sem parecer ofensivo.

Pudera, ele é uma versão mais recente do Fred Flinstone, com hábitos alimentares do Shrek e com o jeitão do Hommer Simpson, ou seja, um típico homem moderno!

Eu e ele tivemos e temos ainda, muita dificuldade de relacionamento e espero que com a sua vinda ele se dobre mais às emoções.

Seu avô paterno é um dos que mais desejou a sua concepção e ficou muito feliz – do jeito dele -, quando soube da gravidez de sua mãe.

Aliás, eu e ele nunca conversamos sobre você, meu filho, ele nunca me perguntou nada, nem me felicitou por você, mas é o jeito dele…é esquisito até para mim, mas eu sei por devidas fontes que ele está muito contente.

Pedro, infelizmente isso é uma herança genética que pretendo mudar…seu avô nem tem lembranças do avô paterno dele, nem tem certeza do nome!

Meu avô paterno, ou seja, seu bisavô, conhecido como Vô Quinho, também não era uma pessoa muito carinhosa.

Minhas lembranças são de um senhor doente – teve derrame quando eu era um menino -que balbuciava palavras incompreensíveis (ainda por causa do derrame) e sua forma de mostrar carinho por mim era me dando beliscões…porque, segundo minha avó, eu fazia muito barulho!

´Tá certo que eu era meio bagunceiro, mas, meu, só tinha cinco anos!!!

Meu pai até que era participativo quando eu era criança, me levava para jogar bola, a cinema, a parques, mas não tinha um forte elo comigo, sabe?

Seu avô nunca me abraçou, nunca me beijou, nunca demonstrou carinho aparente, mas é a forma dele amar…como é a forma de expressar carinho ao me dar três tapinhas nas costas quando me dar os parabéns por alguma coisa.

Filho, mas não estranhe seu avô, como lhe falei, é uma herança que vamos mudar tudo isso e ele será muito carinhoso com você, é apenas o jeito tosco – no sentido popular da palavra – de expor sentimentos.

Agora, se vir seu avô de meia arrastão e salto plataforma, daí sim você pode começar a estranhar e se alguém perguntar, diga que não conhece!!!

Um forte abraço, meu filho!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s