AMORES POR AÍ – 01

Conheceram-se numa festa no interior do Paraná, um churrasco promovido por um amigo em comum.

Ela pegou um carinha lá. Ele queria pegá-la, mas não pegou nem ela nem ninguém. Antes de irem embora, ela foi lhe cumprimentar e ouviu dele:

– Inveja do Ricardo.

– Inveja? Por quê?

– Porque estar no lugar dele…

Ela se chocou. Não acreditou e foi embora triste, pois também estava louca por ele desde que o vira no início da festa.

Passaram a se falar e marcaram de se encontrar na rodovária de Curitiba, pois ele era de Paranaguá, ela da capital paranaense.

Não houve chances nem para um bom dia, um ardente e longo beijo tão logo se viram era o prenúncio de como seria o resto do dia.

Longo e intenso.

Horas depois e depois de horas no motel, ela perguntou se ele queria conhecer o famoso Jardim Botânico de Curitiba e ele disse:

– Estou conhecendo o que Curitiba tem de melhor, não preciso de mais nada.

E passaram mais algumas horas se amando.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s