Amores por aí – 06

Marcaram de se encontrar no metrô Tatuapé.

Ele morava no próprio Tatuapé e não entendia essa mania das pessoas de marcarem de se encontrar no metrô.

Ficou esperando o horário no shopping ao lado do metrô, bebendo na praça de alimentação.

Mudara há pouco para São Paulo e não se acostumara com o jeito paulistano, muito menos as mulheres.

Encontrou-a na catraca e ela disse:

– Vem, vamos para outro lugar…

Ele não compreendia então porque não marcara neste outro lugar, mania de paulistano.

Tomaram um café na Livraria Cultura da Paulista, folhearam uns livros e não compraram nenhum.

– E aí, vamos? – ele perguntou.

– Ah, queria tomar uma cerveja antes – ela respondeu.

Tomaram várias num dos sujos bares da Augusta e foram embora.

Despediram-se na catraca do metrô e nunca mais se viram.

“Paulistana não sabe se relacionar!” – pensou ele.

“Mano frouxo!” – pensou ela.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s