Um Viking Moderno

Um Viking Moderno

Marcão, nosso viking!

Asgard é a terra dos Deuses Nórdicos e lá Thor reina soberano sendo o Deus mais poderoso empunhando seu martelo de Mjolnir, pagando uma de herói.

Thor desconhece o meu herói nórdico aqui na Terra (que seria Midgard na mitologia)…loiro, alto, mas com saliente barriga cultivada após anos de muitas breja – “quem não tem barriga não tem história” – diz, meu amigo Marcão não chega a ser um Deus, mas talvez um Viking Beberrão, no máximo…

Em cima de sua Harley Davidson ou com suas botas de trilha, Marcão já passou por inúmeras aventuras e desventuras…já subiu o Pico da Bandeira duas vezes no mesmo dia, já acampou na neve, já cruzou quilômetros e quilômetros pelas estradas brasileiras…de fato, um guerreiro!

Todavia, numa dessas incursões pelas estradas da vida, sofreu um grave acidente…caiu de seu  cavalo de aço e entre tantos hematomas e ossos quebrados, quase perdeu o pé, com fratura exposta e o escambau!

Marcão ficou acamado, uns dois meses internado, algumas cirurgias, várias horas de fisioterapia, meses e meses dando mancadas pra lá e pra cá.

Mas ainda assim, ele reagia com bom humor – “moto é como mulher, não é porque uma te machucou que você nunca mais vai  montar em outra! -, e assim ia levando sua recuperação.

Tão logo melhorou, comprou uma nova moto e parcialmente saciava suas vontades…mas ainda faltava seu contato com a mãe natureza, o desafio de voltar a fazer trilhas e a subir montanhas.

Certa feita, convidei-o para subir a Pedra do Sino, dentro do Parque Nacional Serra dos Órgãos, em Teresópolis e ele aceitou o desafio pessoal, pois se passara dois anos do acidente e há muito não subia alguma montanha.

“Podem indo na frente que vou no meu ritmo” – insistia Marcão, que era o único a levar barraca, os demais ficariam no Abrigo do parque.

Mas creio que ele estava melhor que imaginava…conseguiu fazer a trilha num ótimo e incessante ritmo chegando lá ainda a frente de outros do grupo.

Quando todos resolveram seguir para o topo da Pedra do Sino para ver o nascer do Sol, ele decidiu ficar…não sabíamos ainda o que pretendia…

Após as fotos e o belo visu do por do Sol, passamos a voltar ao Abrigo pela escondida trilha, já era noite, já não se via quase nada, quando me deparo com a figura ímpar de viking à minha frente…aliás, com um stick em cada mão, parecia que seguia para uma conquista…e era, a conquista de sua auto-estima!

“O que tá fazendo, moleque?” – perguntei.

– “Vou acampar lá em cima, mas na encolha!” – respondeu sem muito alarde.

E lá se foi…

No dia seguinte de manhã, estava ele lá com sua barraca…empunhando não o Martelo de Mjolnir, mas sim sua Canon XS sacando fotos pra lá e pra cá, com a êxtase de ser um vencedor…venceu este obstáculo doloroso em sua vida e estava de volta ao mundo da montanha!

“Como é que foi a noite aí?” – questionei.

E num tom de serenidade disse: “não fez muito frio não, foi tranqüila, um puta silêncio…estava precisando disso!” -, e as montanhas precisavam dele.

Realmente o silêncio cortante da montanha nos proporcionou um maravilhoso momento, de lá do Abrigo ouvíamos a alma exultando de prazer por mais esta conquista.

Thor só é o maior Deus de Asgard porque lá ninguém conhece o Marcão, nosso verdadeiro herói e a Pedra do Sino é testemunha disso!

Uma conquista!

Anúncios

2 respostas em “Um Viking Moderno

  1. Belo texto… Principalmente para quem conhece a história e esteve próximo a ele durante essa trip. Tenho muito orgulho de ter amigos assim como vocês!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s