SAUDADE DO QUE ME CHATEAVA

Hoje eu senti a sua falta,
Senti falta de seus erros, desacertos e discussões,
Parte da cama desarrumada, ar-condicionado gelado,
No café da manhã, só café com pão,
Sem qualquer perfume no travesseiro,
Procurei a toalha molhada na cama,
A metade do chiclete guardado,
Pude ligar a tv bem alta porque não ia te acordar,
Queria ter você pra despertar, encostar em você até se irritar,
Abraçar forte e dizer que te amo,
Pra minimizar seu mau humor,
Quando acordasse seu cintilante sorriso iria acomodar dentro de mim os melhores sentimentos,
Seria feliz só com seu olhar,
Mas hoje nem com sua ausência posso me chatear,
Uma pena, tão triste, pego a Stella e já nem me importa a canela de pedreiro,
Sozinho, bebo…de repente ficou o amargor,
É a saudade de um tempo que eu sabia o que era o amor!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s