POR QUE EU TE AMO?

Não te amei desde o primeiro que te vi, não. Aliás, foi tudo uma confusão quando nos conhecemos, como quase tudo em minha vida.

Mas depois, veio o primeiro beijo, o primeiro toque, o primeiro sorriso, a primeira transa, mas também não foi nesse momento que me apaixonei.

Mas não sei o que aconteceu – na verdade nunca sabemos como essas coisas acontecem -, que passei a te amar e amar avassaladoramente.

Passado algum tempo juntos passei a tentar entender o porquê comecei a te amar e nunca imaginei que fosse por estas coisas…

Amo você pelo seu jeito, densa, contida, insegura, mas ao mesmo tempo carinhosa, tenra e entregue; amo sua sensualidade e desejo, a volúpia quando me beija, o força quando me envolve, o olhar quando me chama;

Amo você em suas saias que deixam à mostra suas pernas incríveis, amo seus sapatos baixos que suavizam seus passos, amo também quando entrelaça seus dedos aos meus e amo quando morde meus lábios ou meu braço;

Amo a “fofisse” de falar “fofisse”, amo ser chamado de “amore”, mesmo quando só é “fofisse”, amo quando nega qualquer sentimento seu e desacredita nos meus, mesmo assim eu te amo;

Amo o balanço do seu corpo, o ritmo que nos une, a cadência que dá a nossos corpos, amo o prazer e a êxtase de nosso sexo;

Amo quando me manda foto dos chocolates que te dei, me sinto querido, me sinto feliz, sinto que está mordendo um pedaço do meu sentimento e guardando para si;

Amo lembrar do vinho que derrubei em sua cozinha, dos diálogos em sua sala, das dez horas de sono juntos e amo recordar cada despertar a seu lado que vivemos até aqui.

Amo namorar no seu carro, como sempre me fala que está bagunçado, amo deixar meu protetor solar lá propositalmente e dizer que é uma desculpa pra te ver, como se precisássemos disso;

Amo ouvir de você que está feliz, amo dividir minhas angústia e amo ouvir suas preocupações, amo até saber que tem medo de me amar, pois sei que me amar já é uma hipótese;

Amo saber que é friorenta, que precisa que te agasalhe, amo que me ache “mauricinho” e amo te achar sempre a mulher mais bonita.

Amo seu amor pelo Chico, amaria se fosse Caetano ou Milton Nascimento, até se fosse Tiririca eu amaria;

Amo conversar sobre filmes e livros, discutir algum assunto tenso, debater sobre a vida e psicologia, amo conhecer sua opinião sobre mim;

Amo ser seu fiquete e se pra te fazer feliz isso for condição, amarei sê-lo por quanto tempo quiser;

Te amo, mesmo que não queira escutar ou prefira duvidar, não tem problema, o amor é meu, não precisa se preocupar.

Amo saber que te amo, amo porque te amo, não há um motivo específico pra te amar, senão porque você é o meu amor, por isso, amo estar a seu lado e a seu lado te farei feliz!

Anúncios

2 respostas em “POR QUE EU TE AMO?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s