Dá licença.

image

Se eu pedir licença, você me deixa entrar em sua vida?
Já foram mais encontros que despedidas, eu realmente não sei se tudo isso aconteceu,
É um tal de ata e desata que nos afasta mas não separa
E você nessa loucura toda me confunde, me ilude e me desfaz, me respira, me transpira e me faz suspirar,
E me aproximo de você a cada desequilibro seu, como se fosse sua insanidade preenchesse meu vazio,
Seja como for, é desperdício nos perdermos assim, eu longe de você e você fugindo de mim, mas te entendo, sou intenso do jeito que você não quer,
Mas que culpa tenho eu se é a pessoa mais incrível que conheci?
Eu não decidi te amar, te amei quando nos beijamos e celebramos um carinho perene,
Não, não envenene a si mesma, não atormente sua mente com suas neuras,
deixe que os caminhos se façam por si só, com pedras, areia e pegadas, porque de pegada nossa relação está bem demais, só falta você acreditar na gente e acreditar que é capaz de me amar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s