“NO FIM, TODOS SEREMOS JULGADOS PELA CORAGEM DOS NOSSOS CORAÇÕES”

menina_que_cruza_uma_ponte_com_cao_poster-r8286bc3a16f4497481af8ccdde3782e6_wv3_8byvr_324

imagem: zazzle.pt

A frase é o título de um capítulo da série de TV Sense 8, da Netflix e me fez refletir exatamente sobre a falta de coragem que muitas vezes não nos permite seguir em frente em questões relevantes para nossa vida.

Quantas oportunidades deixamos de nos permitir por medo de fracassar, por receio de ser reprimido, ou até mesmo de sofrer se tudo der errado?!

Aquilo que nos deixa seguro por vezes nos aprisiona e oprime nossa vontade de buscar outras oportunidades, fazendo com que a insegurança domine nossas decisões.

Alguns chamam isso de ser racional, outros de covarde, mas confessemos, não é fácil ter que decidir por uma mudança brusca em nosso conforto seja material, profissional ou sentimental, não importa, sempre é muito difícil.

Muitas vezes nos vemos obrigados a ir atrás dessa mudança por decisão alheia à nossa vontade e vemos que não é tão doloroso assim, difícil talvez, mas inventamos um inimigo muito maior do que ele é.

É assim quando somos demitidos, quando somos deixados por um grande amor, quando temos que diminuir nosso padrão financeiro ou até mesmo quando somos obrigados a mudar de uma cidade, um Estado ou País. Tudo parece muito difícil no começo, mas depois vemos que somos muito mais fortes que isso.

Por isso que devemos nos permitir de tomar mais decisões que possam mudar nossas vidas, sem depender que a vida faça isso por nós mesmos inesperadamente.

Temos que ter coragem de largar o emprego para fazer aquele período sabático que tanto queremos, ou não ter medo de ter um filho mesmo com a situação financeira incerta, ou enfrentar aquela cirurgia que temos medo, ou separar da pessoa que já temos certeza que não amamos, mas temos medo de magoar ou de perder o comodismo da relação, isso vale para inúmeras situações da vida, basta ter coragem para mudar.

“Somos do tamanho de nossos sonhos” – já diria Fernando Pessoa.

A vida muitas vezes parece um cruzar de lados por uma ponte de aparência frágil, é só você passar por ela para chegar ao outro lado, mas não se sente seguro para cruzar, inventa mil desculpas, fala que não aguenta, ou que é longe demais ou que não vale à pena. Mas na verdade, você não tem coragem de enfrentar a ponte!

A felicidade pode estar do outro lado, ninguém sabe, muito menos você, e só descobrirá se cruzar a ponte, se tiver coragem de prosseguir.

Quando chegar perto de sua morte você certamente não se lamentará pelas coisas que fez, mas sim das que deixou de fazer, do tempo que desperdiçou por causa de seu receio de fracassar.

Deve-se buscar mais mudanças na vida, ainda que nem sempre se tenha êxito, pois errar, sofrer e chorar, parecem uma subdivisão do verbo viver, até porque “no fim, todos seremos julgados pela coragem dos nossos corações”…e eu quero estar com a consciência de que eu não deixei a vida passar por mim por causa da minha inércia ou medo.

Ninguém quer!

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s